Boletim BIREME nº 88

Capital Humano e Autodesenvolvimento em foco na BIREME

O mais recente relatório sobre “O Futuro do Emprego” do Fórum Econômico Mundial descreve o atual cenário global por uma “desafiadora combinação de volatilidade na saúde, economia e geopolítica, combinada com as crescentes pressões sociais e ambientais”. Considerando este cenário, e de forma a se antecipar às demandas emergentes do mercado de trabalho, a BIREME realizou a oficina “Gestão do Capital Humano e Ferramentas Institucionais para Desempenho e Inovação”. O treinamento foi realizado em 29 de maio de 2024, como estratégia para fortalecer localmente a missão do Departamento de Recursos Humanos da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), de forma alinhada à Estratégia BIREME 2023-2025 e às tendências laborais destacadas.

Nesse contexto, em que a chamada “Quarta Revolução Industrial” segue reformulando a força de trabalho, exigindo novas habilidades e ocupações, uma série competências pessoais despontam como essenciais à gestão do capital humano nas organizações. Assim, o setor de Administração em Recursos Humanos da BIREME organizou este evento para apoiar o desenvolvimento pessoal e profissional de seus colaboradores. “O autodesenvolvimento refere-se ao processo pelo qual um indivíduo busca melhorar a si mesmo, desenvolvendo habilidades, conhecimentos, atitudes e comportamentos”, explicou o coordenador do treinamento, psicólogo Rogério Cortes, da Catalisar Educação Corporativa. “Nesses casos, é esperado que o apoio institucional ao desenvolvimento profissional resulte também em colaboradores melhor preparados para os desafios das transformações em curso, de forma a manter a instituição em posição de excelência em seu campo de atuação” afirmou.

Realizado em ambiente externo ao escritório do Centro, todos os colaboradores das diferentes áreas da BIREME foram convidados à participação, que contou com abertura e boas-vindas do Diretor João Paulo Souza. “Nessa oficina, vocês receberão insumos valiosos para o desenvolvimento de suas jornadas profissionais, fazendo parte do nosso caminhar conjunto rumo ao crescimento e desenvolvimento da BIREME. A gente espera também que esta oportunidade resulte em ganhos para a nossa integração e colaboração. Nosso objetivo com este treinamento é apoiar todos os colaboradores para que, juntos, a gente consiga manter o papel de vanguarda e referência da BIREME no campo das ciências da informação e na transformação digital das bibliotecas virtuais em saúde.”

Objetivos e conteúdos abordados

O treinamento teve como principal objetivo preparar os colaboradores para refletir sobre sua própria carreira de modo a enfrentar os desafios contemporâneos do mercado e da transformação digital no setor de produtos e serviços de informação e ciências bibliotecárias. Entre os tópicos discutidos, destacou-se a importância da liderança para a gestão do capital humano, e a função das avaliações de desempenho para que os próprios colaboradores possam acompanhar suas jornadas profissionais individuais. “As ferramentas de avaliação de desempenho indicam oportunidades para expansão e fortalecimento de habilidades e competências, favorecendo que o trabalho em equipe seja pautado por valores como: respeito, diversidade e flexibilidade, alinhamento de propósitos e inteligência emocional, entre outros”, destacou Rogério Cortes.

Foi também uma oportunidade de pausa para reflexão individual e coletiva sobre a situação da organização, o manejo das tarefas e projetos, gestão pessoal e perfis de liderança. Além disso, o facilitador apresentou casos práticos para discussão, enfatizando a importância de fomentar comunicação e conexão, fortalecer relacionamentos e promover uma cultura organizacional colaborativa.

Dinâmicas e participação

Uma das atividades marcantes foi a “Fábrica de Nós”, que auxiliou os participantes a refletirem sobre a importância das estratégias de monitoramento e avaliação dos resultados individuais e institucionais em diferentes cenários, e a sua relação com a presença de liderança direta e do estabelecimento de metas. O psicólogo também apresentou o conceito de “âncoras de carreira”, identificando diferentes fontes de satisfação e realização profissional, tais como segurança e estabilidade, desafio e empreendedorismo, proficiência técnica, prestação de serviço ou gerenciamento de equipe.

Outro ponto em destaque foi a gestão do capital intelectual, onde os participantes aprenderam sobre os diferentes níveis de atuação (operacional, tático e estratégico) e a importância de adaptar suas abordagens conforme a maturidade e a autonomia de cada estágio profissional. “É fundamental que os profissionais compreendam e ajustem suas estratégias de acordo com o nível de responsabilidade e autonomia que possuem. Isso não só melhora a eficácia individual, mas também contribui significativamente para o sucesso organizacional,’ destacou o facilitador Rogério Cortes.

Depoimentos dos times da BIREME

Silvia de Valentin, Administradora da BIREME, incentivou a equipe a avaliar o treinamento e a compartilhar testemunhos por equipe para o reconhecimento coletivo da importância dos enfoques discutidos para o crescimento profissional e a eficácia organizacional. A seguir, os testemunhos.

 

Equipe de Desenvolvimento de Soluções Digitais e Tecnologias Emergentes:
O evento “Gestão do Capital Humano e Ferramentas Institucionais para Desempenho e Inovação” foi uma jornada de aprendizado e troca de experiências. Destacou a importância de termos metas claras e quantificáveis para que possamos medir o progresso, enfatizando a necessidade de se definir objetivos precisos e mensuráveis. Além disso, ressaltou o desenvolvimento profissional dos colaboradores e o papel da instituição em disponibilizar as ferramentas e o ambiente adequado para alcançar essas metas. Eventos como este proporcionam crescimento e nos convidam à reflexão, permitindo avaliar o desempenho e a inovação de maneira mais objetiva e eficaz.

 

 

Equipe de Produtos e Fontes de Informação:
Essa atividade foi a melhor de todas as atividades já realizadas porque foi além do aspecto motivacional. O ponto alto da atividade foi a objetividade e aplicação para o fortalecimento da comunicação, integração e alinhamento da equipe.

 

 

Equipe de Administração e Planejamento:
A atividade foi importante para reforçar que cada indivíduo deve ser responsável pelo seu desenvolvimento pessoal e profissional considerando os recursos disponíveis pela BIREME/OPAS/OMS que reconhece a importância do seu pessoal também por disponibilizar atividades como esta. As abordagens proteana e tradicional convidam à ação! O nosso ambiente de trabalho deveria manter o clima alcançado com a atividade.

 

Equipe do Diretor:
O treinamento em Desenvolvimento Pessoal da BIREME nos proporcionou ferramentas práticas e reflexões atualizadas e embasadas sobre nosso papel individual e coletivo na organização e, como instituição, diante do mercado e setor das ciências bibliotecárias. A iniciativa reforça o compromisso da BIREME com o desenvolvimento contínuo de sua equipe e a manutenção de sua posição de liderança e inovação no campo das ciências da informação.

 

Silvia de Valentin ressalta que este foi o primeiro de três workshops que serão realizados no biênio 2024-2025 com o objetivo de fortalecer o capital intelectual da BIREME em prol da missão da BIREME, e reconhecer as ferramentas e métodos na Organização que possam permitir o alcance desses objetivos nos níveis individual, de grupo e institucional.

 

 

Links de interesse:

The Future of Jobs Report 2023 | World Economic Forum (weforum.org)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *