Boletim BIREME nº 88

Projeto pioneiro no Brasil: Ajudas Decisionais para a saúde

O Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde (BIREME/OPAS/OMS) e o Departamento de Monitoramento, Avaliação e Disseminação de Informações Estratégicas em Saúde (DEMAS) da Secretaria de Informação e Saúde Digital (SEIDIGI) do Ministério da Saúde do Brasil iniciaram um projeto inovador e pioneiro no Brasil para produzir e implementar um instrumento de apoio à tomada de decisão em saúde chamado de “Ajudas Decisionais”. Com período de execução estabelecido em 36 meses, a iniciativa foi lançada em maio de 2024 em reunião online realizada com representantes das contrapartes.

Promoção da Comunicação em Saúde e Cuidado Centrado na Pessoa

O projeto de Ajudas Decisionais visa promover a efetividade da comunicação em saúde, fortalecendo a relação entre profissionais e usuários do SUS a partir do uso de informação científica sobre as melhores práticas. De acordo com Ana Cyntia Baraldi, Assessora de Parcerias e Projetos Especiais da BIREME, o projeto também pode “provocar a discussão sobre autonomia e autogestão da saúde, sendo uma ferramenta com potencial de, não apenas informar os usuários, mas de materializar a inversão da lógica do cuidado e da comunicação em saúde – favorecendo que usuários e comunidades sejam ativos na relação de cuidado”. Isso porque a base teórica da ferramenta está apoiada no conceito de Cuidado Centrado na Pessoa (CCP), que prioriza a individualização do atendimento, levando em conta as necessidades, preferências e valores de cada pessoa.

Este modelo de cuidado visa não apenas a cura ou tratamento de doenças, mas também a promoção e proteção do bem-estar geral dos indivíduos e comunidades, por meio de um processo de tomada de decisão colaborativa e fundamentada em evidências, garantindo que o usuário participe ativamente de seu próprio cuidado. Juliana Sousa, Supervisora de Soluções Digitais da BIREME, destacou a importância desta inovação: “A integração das Ajudas Decisionais ao aplicativo ‘Meu SUS Digital’ proporcionará um diálogo mais eficaz e centrado na pessoa, facilitando a tomada de decisão informada e compartilhada.”

Fortalecimento e expansão do uso de evidências científicas

Historicamente, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) tem promovido o uso de evidências científicas na tomada de decisão por parte dos profissionais de saúde. Esta é uma missão compartilhada com a BIREME que, por meio de seus produtos e serviços, promove e facilita o acesso à informação produzida na América Latina e no Caribe. O diretor da BIREME, João Paulo Souza, ressalta que este projeto, entretanto, “traz uma novidade ao estender esta prática ao público leigo, ampliando a capacidade dos usuários de participarem mais ativamente dos processos de tomada de decisão no contexto dos cuidados que necessita”, e exemplifica, “Pretendemos que as Ajudas Decisionais sejam desenvolvidas em conjunto com a nova etapa do programa Segunda Opinião Formativa (SOF). A ideia, então, é estruturar toda uma linha de cuidado da qual possam derivar tanto as questões que geram SOF, como as ferramentas de Ajuda Decisional para o público usuário. Por exemplo, em situações como cuidado domiciliar de pessoa com Doença de Alzheimer, o projeto poderá apoiar simultaneamente as equipes de saúde e as famílias a tomar decisões sobre procedimentos médicos e dietas, por exemplo, municiando-os de informação científica de qualidade sobre as possíveis intervenções para o caso, seus riscos e benefícios, entre outros aspectos relevantes”.

Desenvolvimento e implementação

O desenvolvimento do projeto será acompanhado pelos Comitês Diretor e Científico constituídos especificamente para este novo produto de informação, assim como pelas equipes responsáveis e representantes da OPAS e Ministério da Saúde. O primeiro protótipo e uma versão digital do produto deverão estar prontos até o final de 2025, quando serão utilizados para a realização de um piloto para teste de implementação. Ao final do cronograma, as Ajudas Decisionais deverão ser integradas ao aplicativo “Meu SUS Digital” e estarão disponíveis no novo Portal de Tecnologias de Suporte à Decisão da BIREME, a ser desenvolvido no curso do projeto, para ser disponibilizadas nacionalmente.

De acordo com Ana Cyntia Baraldi, o novo projeto “representa um avanço na transformação digital dos produtos e serviços desenvolvidos pela cooperação entre a Organização e o Ministério da Saúde do Brasil para o fortalecimento da Atenção Primária à Saúde. Com a integração de tecnologias inovadoras, a BIREME avança na transformação digital necessária para que os produtos e serviços sejam capazes de traduzir informação em ação na saúde, gerando impacto no nível local e contribuindo para a redução de iniquidades. Estas são prioridades estratégicas da OPAS, por meio da BIREME para o alcance das metas estabelecidas na Agenda 2030”, destacou.

 

Links de interesse

Decision aids for people facing health treatment or screening decisions – Stacey, D – 2024 | Cochrane Library

International Patient Decision Aids Standards (IPDAS) Collaboration (ohri.ca)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *